Show info
Trópico

(41) 4022 3322
contato@tropico.tv

Roteirista e Diretor

Matheus Marco

Paulista com aspectos bem curitibanos de comportamento, Matheus nasceu em dezembro no dia 18, a 26 graus do signo de Sagitário, como afirma a astróloga Susan Miller, “no centro da galáxia”. Filho do Sr. Armando e da Dona Wannesa, cresceu rodeado por CD’s e vinis que iam de disco music setentista à canções italianas românticas.

Seu pai sempre foi um aficionado por cinema; nos anos 70 comprou uma câmera e um projetor Super8 no qual chegou a filmar pequenos filmes familiares. Com o passar dos anos trocou o Super8 por uma câmera VHS na qual registraria toda a infância de Matheus, dos primeiros passos às viagens de aniversário ao Playcenter, números musicais no colégio e momentos observacionais nos ambientes da casa. Documentado dessa forma, o contato de Matheus com a câmera foi literalmente visual, entre o exibicionismo e a curiosidade pela lente.

Seus filmes favoritos da infância eram ‘A Bela Adormecida’, da Disney e ‘The Witches’, de Nicolas Roeg que, coincidentemente ou não, no futuro o fariam certamente eleger ‘Suspiria’, o conto de fadas para adultos de Dario Argento, como uma das suas obras preferidas no cinema.

Cresceu sentindo a necessidade das imagens e narrativas, utilizando seus bonecos ou “hominhos” de brinquedo para criar pequenos teatros visuais que eram assistidos pelo seu irmão mais novo, Thales. Curiosidade anos depois a cineasta Lina Chamie diria a ele que “seus personagens são tratados como objetos”.

Das encenações com bonecos à escrita de contos e poemas na adolescência o processo foi natural até o surgimento dos primeiros roteiros no final do ensino médio.

Em 2007 Matheus ingressou no curso de cinema e vídeo da Faculdade de Artes do Paraná vindo a se formar bacharel em audiovisual anos depois. Seu curta-metragem ‘Prisma’ teve sua estréia dentro do festival norte-americano Polari, The Austin Gay & Lesbian International Film Festival, atual aGLIFF Film Festival, no Texas, além de percorrer outros festivais nacionais e internacionais como o Festival Gay de Cinema do Rio de Janeiro e o Serile Filmului Gay, na Romênia.

Na Trópico, Matheus quer pensar a imagem através de roteiros, direções em curtas, longas e outras plataformas audiovisuais, além de textos e resenhas críticas que à moda dos Cahiers, não deixa também de ser um modo de fazer cinema.

Técnica de Som

Camila Bermudez

Camille Bolson

Produtora

Camille Bolson

Pesquisadora

Carla Henze

Produtora

Celia Lombardi

Antropóloga Audiovisual

Carol Mira

Músico e Filósofo

Fábio Mulik

Advogado

Leandro Rocha

Roteirista e Diretor

Matheus Marco

Atriz e Apresentadora

Cinara Vitor

© Copyright 2015, Todos os direitos reservados

Design por Paula K.