Show info
Trópico

(41) 4022 3322
contato@tropico.tv

TR_Vereda_PressKit_Still_07

Publicado em 18 de julho de 2012


Festival de Cinema de Brasília divulga participantes de mostra competitiva

Publicado em G1 no dia 18 de julho de 2012.

aberturafestivalcinema_300x225

Cena de ‘Última estação’, de Márcio Curi, que vai abrir 45ª edição do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro (Foto: Reprodução/Divulgação)

A organização do 45º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro (FBCB) divulgou na manhã desta quinta-feira (18) a relação dos 30 filmes que participarão da mostra competitiva. Ao todo, R$ 635 mil serão distribuídos em 42 prêmios. A maior premiação vai para o melhor filme de longa metragem de ficção, R$ 250 mil.

Os filmes selecionados foram divididos em cinco categorias: longa-metragem de ficção; longa-metragem documentário; curta de ficção; curta de animação e curta-metragem de documentário.

O festival ocorre entre 17 e 24 de setembro. As exibições dos filmes das mostras competitivas acontecerão simultaneamente no Teatro Nacional, no Teatro Newton Rossi de Ceilândia, no Teatro de Sobradinho, no Teatro Paulo Autran do Sesc de Taguatinga e no Sesc do Gama.

No dia seguinte à exibição dos filmes haverá reprise no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB). O Cine Brasília, tradicional sede da mostra, não terá sessões porque o local está em reforma.

Apesar do total de 103 filmes de Brasília inscritos – entre animações, curtas e longas de ficção e documentários – apenas “A ditadura da especulação”, de Zé furtado, foi selecionado para a mostra competitiva.

Pernambuco é o estado com mais filmes na mostra competitiva: sete, sendo que três na categoria principal do Festival de Brasília, a de longas de ficção. Vale destacar que os outros três concorrentes na categoria são do Rio de Janeiro.

São Paulo aparece como o segundo estado com mais produções selecionadas para a mostra competitiva: seis. Em seguida aparecem Rio de Janeiro (cinco); Minas Gerais (quatro) e Paraná (duas).

O longa “Última estação”, de Márcio Curi, vai abrir o festival. O filme recupera a história da imigração libanesa no Brasil.

Veja a lista completa dos filmes selecionados:

Longas-metragens de ficção:
1. “A memória que me contam”, de Lucia Murat, 95min, RJ
2. “Boa sorte, meu amor”, de Daniel Aragão, 95min, PE
3. “Eles voltam”, de Marcelo Lordello, 100min, PE
4. “Era uma vez eu”, Verônica, de Marcelo Gomes, 90min, PE
5. “Esse amor que nos consome”, de Allan Ribeiro, 80min, RJ
6. “Noites de Reis”, de Vinicius Reis, 93min, RJ

Longas-metragens de documentário:
1. “Doméstica”, de Gabriel Mascaro, 85min, PE
2. “Elena”, de Petra Costa, 82min, SP
3. “Kátia”, de Karla Holanda, 74min, PI
4. “Olho nu”, de Joel Pizzini, 101min, RJ/MT
5. “Otto”, de Cao Guimarães, 70min, MG
6. “Um filme para Dirceu”, de Ana Johann, 80min, PR

Curtas-metragens de ficção:
1. “A Mão que afaga”, de Gabriela Amaral Almeida, 19min, SP
2. “Canção para minha irmã”, de Pedro Severien, 18min, PE
3. “Eu nunca deveria ter voltado”, de Eduardo Morotó, Marcelo Martins Santiago e Renan Brandão, 15min, RJ
4. “Menino peixe”, de Eva Randolph, 17min, RJ
5. “Vereda”, de Diego Florentino, 20min, PR
6. “Vestido de Laerte”, de Claudia Priscilla e Pedro Marques, 13min, SP

Curtas-metragens de animação:
1. “Destimação”, de Ricardo de Podestá, 13min, GO
2. “Linear”, de Amir Admoni, 6min, SP
3. “Mais valia”, de Marco Túlio Ramos Vieira, 4min22, MG
4. “O gigante”, de Luís da Matta Almeida, 10min35, SC
5. “Phantasma”, de Alessandro Corrêa, 10min20, SP
6. “Valquíria”, de Luiz Henrique Marques, 8min32, MG

Curtas-metragens de documentário:
1. “A cidade”, de Liliana Sulzbach, 15min, RS
2. “A ditadura da especulação”, de Zé furtado, 10min20, DF
3. “A guerra dos gibis”, de Thiago Brandimarte Mendonça e Rafael Terpins, 19min30, SP
4. “A onda traz, o vento leva”, de Gabriel Mascaro, 24min47, PE
5. “Câmara escura”, de Marcelo Pedroso, 25min, PE
6. “Empurrando o dia”, de Felipe Chimicatti, Pedro Carvalho e Rafael Bottaro, 25min, MG

, ,